Possíveis mudanças na Copa do Nordeste podem beneficiar dupla Potiba e Globo

Projeto encaminhado pelo chamado Clube dos 7 (Bahia, Vitória, Sport, Santa Cruz, Náutico, Ceará e Fortaleza), a Série A da Copa do Nordeste teria seus participantes definidos a partir do ranking da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e privilegiaria os grandes da região. A informação foi publicada nesta sexta-feira no site da ESPN brasileira.

Segundo a proposta, os sete primeiros times nordestinos na lista teriam vaga direta na competição. Estes clubes seriam Ceará, Bahia, Sport, Vitória, Náutico, ABC e América. Os nove demais participantes viriam através dos estaduais em sua primeira temporada, informa a reportagem.

Se a mudança for aprovada pela CBF Globo, Baraúnas, Potiguar, por exemplo, seriam beneficiados devido não terem mais que disputar a vaga com a dupla da capital, já que pelo o ranking, eles teriam as vagas asseguradas.

Ainda de acordo com a publicação, se aprovado, no novo formato, os estaduais passariam a dar acesso somente à Série B do campeonato a partir do segundo ano em vigência do modelo.

Em entrevista ao portal do jornal O Povo, o vice-presidente do Fortaleza, Ênio Mourão, disse que o tricolor apoia em parte o plano de mudanças na disputa da Copa do Nordeste articulado pelas federações de Ceará, Pernambuco e Bahia, mas classifica como ‘virada de mesa’ qualquer alteração já para 2017.

“Somos contra qualquer tipo de virada de mesa. Mudar, só em 2018. Todas essas deliberações já foram discutidas em reuniões do ‘Clube dos 7’ (formado por Ceará, Fortaleza, Náutico, Sport, Santa Cruz, Bahia e Vitória). Estamos cientes de tudo”, disse o dirigente ao jornal cearense.

Ao diário, o vice-presidente da CBF para Região Nordeste, Gustavo Feijó, garante que “está completamente descartada” mudança para o certame de 2017. “A CBF vai avaliar essa demanda, mas qualquer alteração será apenas em 2018. E as reuniões para definir isso têm que ser feitas com as federações dos nove estados. Precisamos trabalhar a harmonia entre todas as federações do Nordeste”.

Entre os argumentos para a aprovação da proposta, estão ainda a maior audiência e valorização da Copa do Nordeste. Ela distribui hoje praticamente R$ 15 milhões entre seus participantes, um aumento de 33% em relação a 2015. Os dois representantes de Maranhão e os dois de Piauí ficam de fora do rateio na fase de grupos.

Uma reunião na próxima semana, no Rio de Janeiro, promete encaminhar o assunto.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s