Liga que não tem aval de CBF e FPF negocia direitos de transmissão com o Esporte Interativo

A advogada Gislaine Nunes discursa para os representantes dos clubes. Foto: Divulgação/ Liga Paulista
A advogada Gislaine Nunes discursa para os representantes dos clubes. Foto: Divulgação/ Liga Paulista

A Liga Paulista, que promete sacudir o futebol brasileiro, com a advogada Gislaine Nunes como presidente, negocia transmissão televisiva da segunda fase do torneio com o Esporte Interativo. A informação foi publicada pelo site da ESPN neste domingo, 22.

O torneio, que começa no próximo dia 3 de junho e tem previsão de término no dia 3 de dezembro, não terá o aval da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Federação Paulista de Futebol (FPF) e sequer da Fifa.

Porém, a presidente da liga não vê problema nisso e disse que está amparada na Lei Pelé para que a competição seja disputada.

“O meu posicionamento é o mesmo, não preciso ter a CBF para me apoiar, não preciso do apoio da CBF, assim como a Fifa e a Conmebol. Apenas precisava que soubessem que existíamos.Estou me baseando baseio na Lei Pelé, artigo 20, que me permite criar a Liga. Isso foi feito pelos clubes deixados de lado pelas entidades. Meus times têm todas as certidões (negativas de débito com a União), diferente do Brasileirão. Isso é exigência nossa, todos têm certidões, é da lei. Enquanto a CBF cuida dos clubes ricos e grandes patrocinadores, eu procuro ajudar os times pequenos e gerando 5 mil empregos. A CBF, e muito menos a Fifa, não me abalam”, disse ao ESPN.com.br.

Segundo a publicação, na última quinta-feira, 19, a CBF divulgou comunicado oficial avisando que foi informada pelo secretário geral da Fifa, Markus Kattner, que a entidade máxima do futebol não vai reconhecer a Liga Paulista. A entidade brasileira acrescenta que o torneio está sendo organizado “à revelia”.

“A Fifa não tomará qualquer medida com relação a essa organização, tampouco apoiará qualquer de suas competições ou atividades. Além do mais, queremos deixar claro que a FIFA não manterá nenhuma comunicação com a Liga Paulista de Futebol ou com qualquer outra liga recém-formada dentro de seu território sem o consentimento prévio da CBF”, disse Katner, em comunicado.

Leia aqui a reportagem completa.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s