Grafite mais uma vez comanda goleada do Santa Cruz; Flamengo sofre para empatar com a Chape e Palmeiras vence o Fluminense

Cinco jogos encerraram a noite de quarta-feira, 25, do Campeonato Brasileiro da Série A. O Flamengo sofreu para empatar com a Chapecoense, o Santa Cruz goleou de novo jogando no Arruda e permaneceu na ponta e o Palmeiras conseguiu superar o Fluminense.

Nas duas partidas iniciadas às 21h (de Brasília), o equilíbrio imperou, com o empate por 2 a 2 entre Flamengo e Chapecoense, no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ), e outra igualdade, por 1 a 1, entre América-MG e Vitória, no Independência, em Belo Horizonte (MG).

O gol do rubro-negro carioca foi marcado por Felipe Vizeu após cruzamento de Everton e abriu o placar aos sete minutos. A vantagem não durou muito. Três minutos depois, o árbitro marcou pênalti para a Chapecoense. Bruno Rangel bateu bem e deixou tudo igual. A etapa final começou sem muitas oportunidades. Aos 22 minutos, Everton fez falta feia, foi expulso e deixou o time da casa com um a menos. Em inferioridade numérica, o Flamengo passou a ter ainda mais problemas. Aos 29, Paulo Victor fez duas grandes defesas em chutes de Bruno Rangel e Lucas Gomes. Aos 34 minutos do segundo tempo, o meia Hyoran, que havia acabado de entrar, cobrou bem falta da entrada da área e deixou a Chapecoense na frente. Aos 49 minutos, após disputa pelo alto na área, o árbitro enxergou pênalti para o Fla. Alan Patrick bateu bem e garantiu o empate em 2 a 2 no placar final. Na próxima rodada, o clube da Gávea enfrenta a Ponte Preta, no domingo (29), no Moisés Lucarelli. Já a Chape recebe o Santa Cruz, sábado (28), na Arena Condá.

No Independência, América-MG e Vitória fizeram um primeiro tempo sem muitas chances. A etapa final, no entanto, compensou. Victor Rangel driblou Victor Ramos, ajeitou o corpo e, de fora da área, abriu o placar para os donos da casa. Aos 39, Alípio levantou a bola na área e encontrou Kieza, que sacramentou o empate. Na próxima rodada, o América encara o Cruzeiro, sábado (28), no Mineirão. Já o Vitória volta a campo somente no domingo (29), diante do Atlético-MG, na Fonte Nova.

O grande destaque destas partidas iniciadas às 21h45 (de Brasília) foi o Santa Cruz, que goleou o Cruzeiro por 4 a 1 e se manteve na liderança da competição.

Grafite começou o Campeonato Brasileiro com tudo. Na noite desta quarta, ele comandou o Santa Cruz na bela vitória diante do Cruzeiro. O atacante abriu o placar em cobrança de pênalti, aos 19 minutos. Na etapa final, logo aos seis minutos, o uruguaio Arrascaeta bateu falta com perfeição, no ângulo, e deixou tudo igual. Foi aí que o artilheiro do Brasileirão entrou em ação novamente. Aos 19, Grafite recebeu bom passe de Léo Moura, ganhou de Bruno Rodrigo e deu um lindo toque, por cima do goleiro Fábio: golaço. Foi o sexto dele na competição. Aos 31, Keno partiu em velocidade e levantou na área. A bola encontrou Arthur que, com muita liberdade, marcou o terceiro do Tricolor pernambucano. Treze minutos depois, ainda houve tempo para mais um. Keno recebeu na esquerda, invadiu a área e tocou na saída de Fábio. Goleada da Cobra Coral. Na próxima rodada, o Santa Cruz enfrenta a Chapecoense, no sábado (28), na Arena Condá. No mesmo dia, o Cruzeiro faz clássico com o América-MG, no Mineirão.

Quem acompanhou apenas o primeiro tempo da partida entre Fluminense e Palmeiras, no Allianz Parque, viu que o Tricolor das Laranjeiras, mesmo jogando fora de casa, tinha plenas condições de vencer. Aos 20, Fred aproveitou cruzamento de Gustavo Scarpa e cabeceou para fora. Treze minutos depois, foi a vez de Gum mandar para fora de cabeça, também em bola levantada pelo meia. Aos 44, Fred perdeu duas chances no mesmo lance. O goleiro Fernando Prass salvou o Verdão nos dois chutes do camisa 9, com um verdadeiro milagre no primeiro. No segundo tempo, porém, o ritmo mudou totalmente e foi o clube paulista que passou a pressionar. Diego Cavalieri fez duas grandes defesas aos quatro minutos, em finalização de Dudu, e aos cinco, em bola de Gabriel Jesus. Sete minutos depois, Dudu cobrou falta na área e Vitor Hugo subiu bem para abrir o placar de cabeça. O clube das Laranjeiras perdeu a bola na saída, Jean fez boa jogada e cruzou rasteiro. Alecsandro encheu o pé e ampliou. O time do técnico Levir Culpi sentiu o golpe e não conseguiu evitar a derrota. O Palmeiras volta a campo no próximo domingo (29) para o clássico com o São Paulo, no Morumbi. No mesmo dia, o Fluminense encara o Botafogo, no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ).

Coritiba e São Paulo fizeram um jogo bastante movimentado. Na etapa inicial, o Tricolor criou mais oportunidades de gol, com Thiago Mendes, aos três, Lucas Fernandes, aos seis. O Coxa respondeu com Kleber, aos 17, mas a bola saiu à esquerda da meta. No lance seguinte, Alan Kardec cabeceou por cima do gol de Wilson. No segundo tempo, mais do mesmo. Wilson salvou os donos da casa aos dois, em finalização de Centurión, e aos cinco, em bomba de Kelvin. Para justificar a máxima do “quem não faz, leva”, os paranaenses abriram o placar aos 18. Juan cobrou escanteio e Alan Santos cabeceou para o fundo do gol de Denis. O clube do Morumbi não se entregou. Aos 33 minutos, o atacante Rogério recebeu na entrada da área, limpou o marcador e bateu no cantinho de Wilson, garantindo o empate. Na próxima rodada, o Coritiba encara o Grêmio, no domingo (29), na casa do adversário. Já o São Paulo faz o clássico com o Palmeiras, no mesmo dia, no Morumbi.

Com informações da CBF

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s