Termo de Compromisso não cumprido da gestão passada motivou interdição do Pedro Ciarlini

Ginásio foi interditado na manhã desta quinta-feira (9). Foto: Marcos Garcia/De Fato

Por De Fato.com

A interdição do ginásio de esportes Pedro Ciarlini foi motivada pelo não cumprimento de um Termo de Compromisso de 2015 da gestão passada. A informação foi repassada a reportagem do DE FATO.COM pelo diretor da praça esportiva, Hélito Honorato.

Ele explicou que o documento liberaria o local para as quadrilhas juninas se apresentarem mediante adequações recomendadas pelo Corpo de Bombeiros à época.

“Estou chegando agora da promotoria onde nos foi passado que o não cumprimento do Termo de Compromisso de 2015 pela gestão passada motivou a interdição. Nós já estamos providenciando as medidas cabíveis para que o ginásio volta a ser liberado para a prática esportiva’, ressaltou Helito que informou ainda que uma programação de atividades com crianças já estava sendo montada.

“Nós aqui temos escolinhas de taekwondo, capoeira, karatê onde nós já estávamos montando uma programação com essas atividades. O Município vai entrar com uma liminar o mais breve possível para liberar o ginásio para a prática esportiva”, disse.

O motivo da interdição do Pedro Cairlini é a não execução do projeto de combate de incêndio e pânico na praça esportiva junto ao Corpo de Bombeiros, bem como ausência de itens de segurança como extintores, iluminação de emergência, sistema de hidrantes, ausência de hidrante público, barras anti-pânico nos portões de saída e sinalização de emergência.

Em nota, a “Prefeitura de Mossoró Mossoró informa que a Procuradoria Geral do Município vai ajuizar uma ação, com pedido de liminar, para que o Ginásio Municipal Pedro Ciarlini seja liberado.

A PMM frisa ainda que “está fazendo um levantamento sobre a situação do Ginásio e de outros prédios públicos.”

Leia nota na íntegra:

Nota de esclarecimento

A Prefeitura de Mossoró informa que a Procuradoria Geral do Município vai ajuizar uma ação, com pedido de liminar, para que o Ginásio Municipal Pedro Ciarlini seja liberado.

Um termo de compromisso foi firmado em 2015 entre o Corpo de Bombeiros e o Município para realização de reparos e ajustes na estrutura, que não foram cumpridos pela gestão anterior.

Além das medidas cabíveis para desinterdição pela Procuradoria, a Prefeitura de Mossoró, através das secretarias de Educação e Infraestrutura, está fazendo um levantamento sobre a situação do Ginásio e de outros prédios públicos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s