CBF divulga lista de lances polêmicos e assume quatro erros na 1ª rodada da Série A

Um dos erros divulgados ocorreu na partida entre Avaí e Vitória. Foto: Reprodução

A Comissão de Arbitragem da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou nesta terça-feira, 16, o primeiro pacote de “Decisões da Arbitragem” nas rodadas de abertura das Séries A e B do Brasileirão, com comentários e análises.

Ao todo, oito lances em sete jogos diferentes foram elencados. Destes, sete foram na Série A e um na B.

Foram assumidos quatro erros nesta primeira edição do documento: pênaltis não marcados a favor de Chapecoense e Avaí, gol mal validado do Grêmio e impedimento mal marcado em lance de ataque do São Paulo.

Organizado por Ana Paula Oliveira, coordenadora nacional de Instrução, e por Alício Pena Júnior, presidente interino da Escola Nacional de Arbitragem de Futebol (ENAF), o trabalho também conta com um pacote de dados e vídeos que facilitam o entendimento das determinações do IFAB/FIFA.

Como informado na última semana, a CA vai divulgar ao fim da rodada do Campeonato Brasileiro vídeos com lances duvidosos das partidas, comentando as questões relevantes para levar ao público uma análise constante do trabalho.

Clique aqui para acessar a página das Decisões da Arbitragem.

Organizado por Ana Paula Oliveira, coordenadora nacional de Instrução, e por Alício Pena Júnior, presidente interino da Escola Nacional de Arbitragem de Futebol (ENAF), o trabalho também conta com um pacote de dados e vídeos que facilitam o entendimento das determinações do IFAB/FIFA.

Na parte denominada “Padrão de Arbitragem”, foram disponibilizados oito capítulos: “Golpear ou tentar golpear um adversário”, “Falta tática”, “Conduta violenta”, “A reclamação acintosa não será permitida”, “Entradas e Disputas”, “Tocar a bola com a mão”, “Comemoração de gol excessiva será punida” e “Invasão de campo na comemoração de gol será punida”.

 Confira as avaliações divulgadas em seis jogos da Série A e um da Série B:

DECISÃO EQUIVOCADA: CRUZEIRO 1 X 0 SÃO PAULO – Impedimento de Marcinho
Descrição do lance:
 Jogador defensor joga a bola para seu adversário. Árbitro Assistente sinaliza impedimento.
Aplicação da regra: Jogador defensor que joga deliberadamente a bola para seu adversário em posição de impedimento nada deve ser marcado.
Decisão regulamentar: segue o jogo, nada a marcar.
Trio de arbitragem do jogo: Marcelo de Lima Henrique, Dibert Pedrosa Moises e Michael Correia (todos do RJ)

DECISÃO EQUIVOCADA: GRÊMIO 2 X 0 BOTAFOGO – Gol de Ramiro com desvio de Luan com a mão
Descrição do lance: Jogador atacante toca a bola com a mão alterando sua trajetória. Árbitro valida gol.
Aplicação da regra: Jogador que toca deliberadamente a bola com a mão deve ser punido com tiro livre direto contra sua equipe.
Decisão regulamentar: Falta – tiro livre direto.
Trio de arbitragem do jogo: Braulio da Silva Machado, Kleber Lucio Gil e Neuza Ines Back (SC)

DECISÃO EQUIVOCADA: AVAÍ 0 X 0 VITÓRIA – Pênalti não marcado em cima de Junior Dutra
Descrição do lance:
 Jogador defensor comete uma infração temerária (tesoura) contra o adversário dentro da área ao disputar a bola. Árbitro nada marca.
Aplicação da regra: O jogador defensor que comente uma infração temerária dentro da área penal deve punido com tiro penal e cartão amartelo.
Decisão: Tiro penal e cartão amarelo.
Trio de arbitragem: Felipe Gomes da Silva, Ivan Carlos Bohn e Luciano Roggenbaum (PR)

DECISÃO EQUIVOCADA: CORINTHIANS 1 X 1 CHAPECOENSE – Pênalti não marcado após toque de mão de Gabriel
Descrição do lance:
 jogador defensor bloqueia com o braço a bola chutada pelo atacante dentro da área penal. Árbitro nada marca.
Aplicação da regra: o jogador defensor prática uma infração ao lançar-se na bola de forma deliberada. A jogada não foi caracterizada como ataque promissor.
Decisão regulamentar: tiro penal sem cartão.
Trio de arbitragem: Elmo Alves Resende Cunha, Fabricio Vilarinho da Silva e Cristhian Passos Sorence (GO)

DECISÃO ACERTADA: FLAMENGO 1 X 1 ATLÉTICO-MG – Impedimento de Guerrero
Descrição do lance:
 O jogador atacante em posição de impedimento participa do jogo ao tocar a bola. Árbitro assistente sinaliza impedimento.
Aplicação da regra: O jogador atacante em posição de impedimento que toca ou joga deve ser punido com tiro livre indireto contra sua equipe.
Decisão regulamentar: Impedimento – tiro livre indireto
Trio de arbitragem: Jailson Macedo Freitas, Alessandro Rocha de Matos e Elicarlos Franco de Oliveira (BA)

DECISÃO ACERTADA – PONTE PRETA 4 X 0 SPORT – Pênalti não marcado em cima de Nino Paraíba
Descrição do lance:
 jogador defensor disputa a bola com o adversário de forma normal. O árbitro nada marca.
Aplicação da regra: Disputa por espaço sem falta não deve ser penalizado.
Decisão regulamentar: Segue o jogo, nada marcar.
Trio de arbitragem: Marcos Mateus Pereira, Eduardo Gonçalves e Leandro dos Santos Ruberdo (MS)

DECISÃO ACERTADA: LONDRINA 0 X 3 INTERNACIONAL – Pênalti marcado após toque de mão de França
Descrição do lance: 
Jogador defensor na área penal bloqueia com o uso dos braços a bola que foi chutada pelo atacante. O árbitro sinaliza tiro penal.
Aplicação da regra: O defensor pratica uma ação deliberada ao bloquear a bola com as mãos e braços, impedindo um ataque promissor.
Decisão regulamentar: Tiro penal e cartão amarelo.
Trio de arbitragem: João Batista de Arruda, Luiz Antonio Muniz de Oliveira e Thiago Henrique Neto Correa Farinha (RJ)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s